Benchmark de Email Marketing de 2023 da GetResponse

Michal Leszczynski

Benchmark de Email Marketing de 2023 da GetResponse

Queremos viver em um mundo no qual o email seja um canal de relacionamento, não de distração.

A melhor forma de conquistar esse objetivo é ajudar cada profissional de marketing a lançar campanhas mais relevantes e baseadas em dados.

Acontece que, como uma plataforma de automação de email, temos várias toneladas de dados.

Por isso, criamos este Benchmark de Email Marketing, um relatório cheio de informações interessantes para as suas estratégias digitais.

Continue lendo para encontrar uma série de insights úteis sobre newsletters, fluxos de automação de marketing, landing pages e webinars.

Não encontrou o que procurava? Mande um email para nós! As suas sugestões serão mais que bem-vindas para as próximas edições do nosso report.

Michal LeszczynskiGerente de Marketing de Conteúdo e Parcerias da @GetResponse

Como construímos o relatório

Analisamos quase 7 das 30 bilhões de mensagens enviadas pelos clientes da GetResponse ao longo de 2022.

Para selecionar os insights mais valiosos, só acompanhamos remetentes ativos com pelo menos 500 contatos nas suas bases de email.

Também somamos os valores absolutos das campanhas para determinar as taxas médias de abertura, cliques, assinaturas canceladas, rejeições e marcações de spam (comunicação excessiva).

Isso significa que nós contamos e monitoramos cada ação do usuário, como as vezes em que ele reabriu um email ou clicou em todos os links da mensagem.

Qual é a novidade deste relatório?
Copiar link

Com a implementação da Proteção de Privacidade do app de Email da Apple (MPP), notamos uma grande mudança nos números informados pelos profissionais de marketing ao redor do mundo. As taxas médias de abertura de email cresceram até 7.14 pontos percentuais (pp) em relação a 2021, enquanto as taxas de cliques caíram cerca de 0.13 pp.

Hoje não é tão fácil detectar as taxas de abertura, porque o usuário pode pré-visualizar o email em muitos dispositivos sem clicar para abri-lo. Resultado: os especialistas em marketing precisam priorizar métricas mais confiáveis, como taxas de cliques e de conversão. A competição pelas caixas de entrada tem crescido bastante, porque cada vez mais empresas investem no email marketing. Nesse cenário, faz sentido dobrar o foco na busca pelo engajamento na comunicação.Se o usuário interage com o seu conteúdo, os provedores de email tendem a colocar as suas mensagens na caixa de entrada (e não no spam). Consequentemente, melhora a sua relação com essa base de clientes potenciais.

Aqui estão as principais estratégias para experimentar em 2023:
  • Invista na segmentação e na personalização. E-mails personalizados ainda performam melhor que os genéricos, mas você terá de ir além do padrão “oi, [nome do destinatário]” para conseguir interações de verdade.
  • Suba de patamar com a automação de marketing. Os e-mails automatizados continuam liderando as taxas de engajamento. Usando esse método, você consegue entregar as suas mensagens no momento correto e maximizar a personalização.
  • Conheça melhor o seu público. O provável fim dos cookies de terceiros faz com que os seus próprios dados sejam mais importantes que nunca. Use pesquisas e monitore os e-mails que mais atraem os seus destinatários. Construa a sua estratégia de segmentação de acordo com essas informações e implemente-a nas suas campanhas de marketing multicanal.
  • Incorpore os testes A/B à sua rotina. Talvez uma técnica específica não funcione para outros, mas seja ideal para a sua marca. Com a testagem A/B frequente, você remove as especulações do seu processo de email marketing.

Perguntas frequentes
Copiar link

Quais são as taxas médias de performance de email (índice de aberturas, de cliques, etc.) para todos os segmentos de mercado?
  • A taxa de abertura de email é de 26.80%, em média
  • A taxa de cliques (CTR) de email média é de 1.89%
  • O índice médio de cliques vs. abertura de email (CTOR) é de 7.01%
  • O índice médio de cancelamento de assinatura de email é de 0.1%
  • A taxa média de reclamações de spam é inferior a 0.01%
  • Cerca de 2.57% dos e-mails são rejeitados
O que podemos definir como uma boa taxa de abertura de email?

Essa resposta varia muito para cada estratégia, e os fatores que a influenciam costumam estar fora do seu controle. O seu segmento de mercado, o perfil do seu público-alvo e o tipo de campanha lançada contribuem para determinar quão alta a sua taxa de abertura será.

Considere isto:

Entre todos os setores que analisamos, o de Marketing Digital teve a taxa de abertura média mais baixa (21.9%). Por outro lado, o setor de Comunicações alcançou o índice mais alto (48.8%).

Para saber como melhorar os seus resultados, confira os conteúdos do nosso blog sobre Email Marketing. .

Qual seria uma boa taxa de cliques de email (CTR)?

Da mesma forma que no exemplo anterior, a definição de uma boa taxa de cliques dentro do e-mail (CTR) depende totalmente da sua estratégia.

Elementos como o setor em que você atua, o comportamento dos seus destinatários e, principalmente, o modelo de campanha em questão, interferem na análise dessa métrica.

Afinal, nem todas as campanhas têm a intenção de obter uma interação direta do destinatário e, por isso, muitas vezes não alcançam taxas de cliques altas. Por exemplo: uma mensagem que informa ao usuário sobre uma mudança na política de privacidade, ou um e-mail de confirmação da compra de um produto.

Fique de olho:

O setor de Marketing Digital, mais uma vez, teve a pior performance entre todos os que analisamos, com um CTR de 1.68%. A história se repete no outro lado da tabela: o segmento de Comunicações foi o campeão do CTR, com um índice de 5.77%.

Qual é a diferença entre o CTR e as taxas de cliques vs. abertura (CTOR)?

O CTR mede o número de pessoas que clicaram em qualquer link dentro do seu email.

Por sua vez, o CTOR (cliques vs. abertura) compara o número de pessoas que abriram a sua mensagem com as que clicaram em qualquer link.

O CTOR é um indicador fundamental para entender a relevância dos seus e-mails e o engajamento que eles geram.

Para calculá-lo, você precisa dividir a taxa de cliques (CTR) pela taxa de abertura e multiplicar o resultado por 100%.

Por exemplo:

  • Taxa de abertura: 20%
  • CTR: 2%
  • CTOR = 2%/20% * 100% = 10%
O que é uma boa taxa de conversão de email?

A taxa de conversão foca nos resultados diretos — quantas vezes determinada ação aconteceu ou quantos usuários a concluíram.

Por exemplo, quantas vezes baixaram o seu ebook, quantos destinatários se inscreveram para participar do seu webinar ou visitaram uma página de produto.

Esta métrica pode ser muito útil, especialmente quando você atribui um valor monetário às suas conversões. Nesses casos, é muito mais fácil decidir se uma campanha específica foi bem-sucedida e merece ser repetida no futuro, ou se vale a pena tentar outra abordagem.

Cada negócio pode estabelecer suas próprias metas de conversão para as campanhas de email marketing. Por isso, é impossível dizer qual seria uma boa taxa média. Sugerimos que você analise as métricas anteriores em conjunto para chegar a uma conclusão concreta. Se você consegue muitas aberturas e poucos cliques nos links do e-mail, por exemplo, essa proporção limita as suas chances de gerar conversões no site.

Localizações e setores
Copiar link

A seguir você pode ver como as taxas médias de abertura de email, CTR e outros indicadores essenciais variam entre os países e os segmentos de mercado que analisamos.

Resultados médios por continente
Copiar link

Veja a performance de diferentes continentes nas métricas de email marketing.

Oceania

Oceanía

  • Taxa de abertura: 37.93%
  • Taxa de clique para abertura: 2.15%
  • Taxa de clique para taxa de abertura: 5.68%
  • Taxa de cancelamento de inscrição: 0.17%
  • Taxa de spam: 0.01%
  • Taxa de rejeição: 2.44%
North America

América do Norte

  • Taxa de abertura: 31.02%
  • Taxa de clique para abertura: 2.96%
  • Taxa de clique para taxa de abertura: 9.56%
  • Taxa de cancelamento de inscrição: 0.09%
  • Taxa de spam: 0%
  • Taxa de rejeição: 4.92%
Europe

Europa

  • Taxa de abertura: 30.69%
  • Taxa de clique para abertura: 2.34%
  • Taxa de clique para taxa de abertura: 7.61%
  • Taxa de cancelamento de inscrição: 0.13%
  • Taxa de spam: 0.01%
  • Taxa de rejeição: 2.07%
Africa

África

  • Taxa de abertura: 19.12%
  • Taxa de clique para abertura: 1.16%
  • Taxa de clique para taxa de abertura: 6.08%
  • Taxa de cancelamento de inscrição: 0.08%
  • Taxa de spam: 0%
  • Taxa de rejeição: 0.86%
Asia

Ásia

  • Taxa de abertura: 19.14%
  • Taxa de clique para abertura: 1.46%
  • Taxa de clique para taxa de abertura: 7.64%
  • Taxa de cancelamento de inscrição: 0.06%
  • Taxa de spam: 0%
  • Taxa de rejeição: 2.17%
South America

América do Sul

  • Taxa de abertura: 22.87%
  • Taxa de clique para abertura: 1.25%
  • Taxa de clique para taxa de abertura: 5.48%
  • Taxa de cancelamento de inscrição: 0.1%
  • Taxa de spam: 0.01%
  • Taxa de rejeição: 2.95%
Continente
Taxa de abertura
Taxa de clique para abertura
Taxa de clique para taxa de abertura
Taxa de cancelamento de inscrição
Taxa de spam
Taxa de rejeição
Todas26.8%1.89%7.01%0.1%0%2.57%
Anna Kvasnevska

As taxas de cliques médias estão caindo. E agora?

Nossos dados recentes sugerem que o ano foi bom para os profissionais de email marketing na Oceania. As taxas de abertura nessa região tiveram um impressionante aumento de 37.93%! Ao mesmo tempo, a América do Norte performou melhor que todas as demais regiões nas métricas de CTR (2.96%) e CTOR (9.56%). Por fim, o ano de 2022 foi negativo para a América do Sul, que registrou quedas significativas em quase todos os indicadores, como cancelamentos de assinatura, reclamações de spam e rejeições.

Enquanto os países falantes de Inglês tiveram impulsos importantes nos seus KPIs de email marketing, a geração de engajamento nos demais mercados tem sido um desafio. Apostar em cheio na localização do conteúdo de email pode ser interessante para melhorar esses resultados.

É essencial escrever mensagens que soem naturais para o leitor local, caprichando não só na linguagem, mas também nas referências culturais do mercado que você quer atingir. Ainda que algumas das boas práticas de email marketing funcionem bem para campanhas focadas no mercado norte-americano, elas podem ser ineficientes ou inadequadas para os destinatários de regiões como a Ásia ou a África, mais distantes culturalmente.

Se a sua estratégia corporativa é internacional, coloque os princípios da personalização baseada na cultura e a comunicação voltada para o usuário final no centro das suas campanhas de email.

Anna KvasnevskaGerente de Marketing de Conteúdo @GetResponse

Resultados médios por país
Copiar link

Qual é o desempenho médio de email marketing em diferentes países? Aqui estão as nossas descobertas.

País
Taxa de abertura
Taxa de clique para abertura
Taxa de clique para taxa de abertura
Taxa de cancelamento de inscrição
Taxa de spam
Taxa de rejeição
Australia Austrália38.88%2.04%5.24%0.16%0.01%2.39%
Belgium Bélgica34.66%4.5%12.98%0.28%0.01%1.99%
Brazil Brasil18.02%0.94%5.21%0.09%0.01%3.41%
Canada Canadá36.84%7.41%20.12%0.12%0%2.96%
Colombia Colômbia26.21%1.27%4.85%0.1%0%2.53%
France França40.27%1.91%4.74%0.17%0.01%2.01%
Germany Alemanha34.56%4.18%12.11%0.18%0.01%1.77%
GreatBritain Reino Unido27.59%1.84%6.65%0.12%0%2.13%
India Índia16.76%1.64%9.82%0.06%0%1.99%
Indonesia Indonésia14.69%0.83%5.66%0.06%0%3.67%
Israel Israel24.63%2.26%9.16%0.09%0%0.86%
Italy Itália31.86%2.05%6.43%0.13%0.01%2.07%
Malaysia Malásia18.78%0.64%3.41%0.07%0%1.02%
Mexico México23.09%1.19%5.15%0.06%0.01%2.44%
Netherlands Países Baixos45.68%3.61%7.9%0.28%0.01%2.45%
Peru Peru19.42%0.8%4.1%0.07%0%5.32%
Philippines Filipinas35.44%1.97%5.55%0.09%0%1.92%
Poland Polônia30.93%3.22%10.41%0.13%0.01%1.73%
Romania Romênia20.67%1.43%6.94%0.1%0%1.59%
Russia Rússia25.4%2.26%8.91%0.23%0.02%2.65%
Singapore Singapura16.03%1.04%6.49%0.05%0%1.52%
Spain Espanha23.21%1.38%5.94%0.08%0%3.75%
Ukraine Ucrânia18.89%1.81%9.56%0.12%0%0.51%
UnitedStates Estados Unidos30.74%2.68%8.72%0.08%0%5.18%
Vietnam Vietname24.58%0.84%3.43%0.04%0%0.8%
Todas27.11%2.15%7.58%0.12%0.01%2.35%

Resultados médios por setor
Copiar link

Aqui, compilamos os benchmarks de email marketing por segmento de mercado. Você vai descobrir como as suas taxas de abertura, CTR, CTOR, assinaturas canceladas e reclamações de spam se comparam às de outras empresas da sua área.
Indústria
Taxa de abertura
Taxa de clique
Taxa de clique por abertura
Taxa de cancelamento de inscrição
Taxa de spam
Taxa de retorno
Agências31.12%2.3%7.4%0.15%0.01%2.79%
Artes e Entretenimento37.41%2.69%7.2%0.14%0%2.57%
Automotivo33.81%2.54%7.52%0.15%0.01%3.28%
Comunicações48.8%5.77%11.83%0.07%0%2.75%
Educação28.17%2.09%7.41%0.12%0.01%2.19%
Serviços Financeiros26.5%4.42%16.68%0.09%0.01%1.89%
Saúde e Beleza27.73%1.78%6.41%0.12%0.01%2.99%
Cuidados com a Saúde30.85%1.72%5.57%0.16%0.01%2.65%
Marketing na Internet21.9%1.68%7.66%0.11%0%2.78%
Serviços Jurídicos32.42%3.16%9.75%0.12%0%2.82%
Organizações sem Fins Lucrativos39.71%3.18%8.01%0.09%0%2.19%
Publicação37.51%5.43%14.47%0.1%0.01%3.37%
Imobiliário37.23%2.17%5.84%0.12%0%2.06%
Restaurantes e Alimentação35.34%2.28%6.44%0.17%0.01%2.46%
Varejo31.64%1.95%6.15%0.11%0%3.76%
Esportes e Atividades32.62%2.7%8.29%0.11%0%2.8%
Tecnologia e Alta Tecnologia33.92%3.99%11.77%0.12%0.01%2.38%
Viagens29.09%2.24%7.69%0.1%0%6.83%
Todas33.1%2.89%8.67%0.12%0.01%2.92%
Michal Leszczynski

Os setores de Comunicações, Editorial e Serviços Financeiros lideram

O email continua sendo um canal de marketing crucial para empresas de vários segmentos. Como podemos ver, os destinatários também têm a mesma percepção, já que interagem bastante com as mensagens recebidas.

No topo da lista, temos os setores de Comunicações, Mídia e Editoras e Serviços Financeiros. Todos alcançaram números acima da média, tanto em CTR (4.42%-5.77% vs 2.89%) como em CTOR (11.83%-16.68% vs. 8.67%).

Encontramos as áreas de Beleza e Bem-estar, Saúde e Marketing Digital nas últimas posições. As taxas de cliques delas variaram entre 1.68% e 1.78%, um desempenho bastante inferior à média, de 2.89%.

Além da melhoria geral observada na maioria dos setores, as posições delas no ranking não sofreram muitas alterações. O segmento do Turismo registrou índices de rejeição maiores que a média (6.83% vs. 2.92%). Entretanto, ele já tinha obtido números altos de rejeição nas edições anteriores do nosso relatório.

Como conclusão, fica a dica de analisar o desempenho padrão do seu setor e tentar melhorar em cada campanha futura. Sempre leve em conta as necessidades e preferências do seu público, tanto se quiser otimizar suas taxas de abertura ou clique.

Michal LeszczynskiGerente de Marketing de Conteúdo e Parcerias @GetResponse

Resultados médios de mês a mês
Copiar link

Como os resultados médios de email marketing variaram ao longo do ano? Vamos conferir:

Mês
Taxa de abertura
Taxa de clique
Taxa de clique por abertura
Taxa de cancelamento de inscrição
Taxa de spam
Taxa de retorno
Jan-2228.26%2.48%8.76%0.11%0.01%2.17%
Fev-2227.36%2.38%8.69%0.1%0%2.37%
Mar-2227.24%2.41%8.84%0.09%0%3.09%
Abr-2226.36%2.26%8.59%0.08%0%2.71%
Mai-2226.76%2.21%8.28%0.08%0%1.94%
Jun-2227.25%2.11%7.76%0.08%0%2.04%
Jul-2227.74%2.23%8.03%0.08%0%1.88%
Ago-2228.75%2.28%7.92%0.09%0%2.01%
Set-2229.17%2.27%7.77%0.09%0%2.61%
Out-2228.92%2.27%7.85%0.09%0%2.46%
Nov-2229.17%2.31%7.92%0.1%0%3.04%
Dez-2228.56%2.53%8.86%0.09%0%2.74%
Michal Leszczynski

Tanto tempo depois das mudanças de privacidade da Apple — qual é o impacto?

Faz mais de um ano que a Apple anunciou a sua Nova Política de Privacidade que permite ao usuário escolher se quer que as suas interações com e-mails sejam monitoradas pelos times de marketing das empresas. Lembrete rápido: quando essa proteção de privacidade da Apple é ativada, ela dificulta o acompanhamento da performance das campanhas de email, porque todas as mensagens são abertas automaticamente — pela Apple, não pelo usuário — distorcendo as estatísticas reais. Essa mudança começou a entrar em vigor entre Setembro e Novembro de 2021. Ela afeta segmentações por níveis de engajamento de email, algoritmos de otimização do tempo de envio e campanhas automatizadas baseadas no comportamento do usuário ao abrir as mensagens.

No nosso relatório passado, observamos um pequeno aumento de 1-2 pontos percentuais nas taxas médias de abertura informadas entre Setembro e Dezembro de 2021. Agora, o crescimento do número de aberturas é bem mais notável. Em 2022, a média desse indicador subiu 7.37 pontos percentuais, enquanto os CTRs caíram 0.09 pontos percentuais.

Existem muitas possibilidades para explicar esse fenômeno, mas penso que a implementação do MPP da Apple é a principal. Para garantir a máxima transparência, no ano passado, contamos com os resultados de profissionais de marketing que tinham públicos pouco maiores — mais de 1000 contatos na lista de email. Outro ponto importante: os dados nesta tabela só representam newsletters, excluindo mensagens que geram mais engajamento, como os disparos segmentados.

Dito isso, é hora de reavaliar como fazemos as campanhas de email, priorizando a análise do engajamento dos destinatários, e rever os nossos métodos de segmentação de listas. Devemos evoluir as nossas estratégias e usar indicadores mais confiáveis, como as taxas de cliques dentro do e-mail e as conversões que acontecem a partir da mensagem.

Também é fundamental melhorar a identificação de aberturas falsas automáticas pelo MPP da Apple, ou aceitar que não podemos captar todos os dados.

Michal LeszczynskiGerente de Marketing de Conteúdo & Parcerias @GetResponse

Conversões de Landing Page por setor
Copiar link

Nesta tabela, você vai ver as estatísticas médias de conversões concluídas em landing pages, com base nas taxas de assinatura que elas geraram em diferentes segmentos de mercado.

Indústria
Taxa média de conversão
Agências3.49%
Artes e Entretenimento18.21%
Automotivo1.15%
Comunicações13.61%
Educação9.61%
Serviços Financeiros3.72%
Saúde e Beleza6.31%
Cuidados com a Saúde5.77%
Marketing na Internet6.57%
Serviços Jurídicos9.36%
Organizações sem Fins Lucrativos4.15%
Publicação10.84%
Imobiliário4.6%
Restaurantes e Alimentação1.71%
Varejo4.98%
Esportes e Atividades9.3%
Tecnologia e Alta Tecnologia5.33%
Viagens9.39%
Todas7.12%
Irek Klimczak

Grandes mudanças

Seguimos observando uma redução significativa nas taxas de conversão em várias áreas de negócios.

A nossa taxa de conversão média nas landing pages foi de 7.12% no período passado, bem menor que os 17.15% reportados em 2021.

O setor que alcançou a maior taxa de conversão (e que também superou bastante a média) foi o de Artes e Entretenimento, com 18.21%. A pior marca ficou com o segmento de Restaurantes e Alimentação (1.71%).

Apesar de essas quedas serem influenciadas por diversos fatores, entendo que as páginas que recebem tráfego frio de campanhas de anúncios têm bem menos chances de conversão que as landing pages direcionadas ao público que você já conquistou.

Leve esse aspecto em conta na hora de comparar os seus resultados com os da concorrência e não se esqueça de elaborar as suas landing pages de acordo com as melhores práticas de design.

Irek KlimczakGerente de Projetos Sênior @GetResponse

Uso do método de opt-in duplo por setor
Copiar link

Abaixo você descobre quais segmentos estão adotando o processo de confirmação de inscrição por single e double opt-in.

Indústria
Dupla confirmação %
Confirmação única %
Agências5.67%94.33%
Artes e Entretenimento10.3%89.7%
Automotivo5.01%94.99%
Comunicações5.72%94.28%
Educação14.19%85.81%
Serviços Financeiros6.65%93.35%
Saúde e Beleza7.21%92.79%
Cuidados com a Saúde10.62%89.38%
Marketing na Internet9.61%90.39%
Serviços Jurídicos7.3%92.7%
Organizações sem Fins Lucrativos9.28%90.72%
Publicação26.64%73.36%
Imobiliário3.61%96.39%
Restaurantes e Alimentação7.61%92.39%
Varejo3.06%96.94%
Esportes e Atividades18.32%81.68%
Tecnologia e Alta Tecnologia5.58%94.42%
Viagens9.1%90.9%
Todas9.19%90.81%
Máté Zilahy

Qualidade > Quantidade?

O double opt-in (dupla confirmação) sempre foi um tópico polêmico no email marketing. Por um lado, esse método ajuda a garantir que os assinantes informem endereços de email válidos e mostrem um real interesse no seu conteúdo. Resultado: boas taxas de abertura e cliques, poucas rejeições e reclamações de spam, e uma lista mais limpa em geral.

Ao mesmo tempo, o opt-in duplo adiciona uma fricção ao processo de cadastro, aumentando o custo por assinante adquirido, diminuindo as taxas de conversão e o tamanho das listas..

Portanto, qual é a abordagem correta? Infelizmente, como muitas situações na vida, não há uma resposta incontestável neste caso.

Ao longo da nossa pesquisa, concluímos que os setores com mais mecanismos de proteção de dados e padrões de segurança — como Educação, Saúde e Serviços Jurídicos — e as áreas mais focadas em interações — como Editorial e Esportes — estão adotando o formato de dupla confirmação com agilidade, sem pestanejar.

Porém, as empresas do ramo de Agências e Varejo estão evitando esse método, trocando a qualificação dos dados por um crescimento mais rápido das bases de e-mail.

Cada negócio é diferente, então o que funciona para os demais talvez não seja o melhor para o seu. Minha dica: experimente e tente encontrar o ponto ideal entre o máximo engajamento e a maior velocidade de aumento da sua lista de contatos.

Máté ZilahyGerente de Parcerias de Conteúdo

Hora e frequência
Copiar link

Aqui, você vai saber os resultados médios de email marketing em diferentes dias, horários e níveis de periodicidade nos disparos.

Resultados de acordo com a hora do dia
Copiar link

Nesta seção, procuramos a resposta para a pergunta que não quer calar — qual é o melhor horário para enviar uma campanha de email.

Michal Leszczynski

Qual é o melhor momento para enviar emails?

Outra vez, tentamos responder esta insistente e intrigante pergunta sobre o email marketing. Quando você deveria enviar as suas mensagens para maximizar o engajamento?

Os dados indicam dois intervalos de tempo que você deve considerar. O primeiro é o início da manhã (entre 4h e 6h) e o segundo é o fim de tarde + começo da noite (entre 17h e 19h).

Se quiser melhorar seus índices de cliques e abertura, é interessante experimentar envios que cheguem ao usuário antes de ele acordar ou na reta final do horário de expediente. Nesses momentos, as caixas de entrada estão menos congestionadas, o que aumenta as chances de capturar a atenção dos seus destinatários.

E se isso não funcionar? Você tem duas boas opções: a primeira é perguntar diretamente aos seus contatos o horário em que preferem receber as mensagens. É uma ação que gera credibilidade e simpatia com o público.

A segunda é utilizar algoritmos de otimização do tempo de envio como o Perfect Timing ou o Time-Travel da GetResponse. Essas ferramentas são ótimas para disparar as suas mensagens nos momentos em que o usuário tem mais chances de interagir com o e-mail, porque usam dados geográficos e de comportamento para ajustar o horário do lançamento.

Teste as duas abordagens, compare os resultados com a sua configuração atual e veja qual tem a melhor performance.

Michal LeszczynskiGerente de Marketing de Conteúdo e Parcerias @GetResponse

Resultados por dia da semana
Copiar link

Aqui, analisamos o desempenho médio de campanhas de email disparadas em diferentes dias da semana.

Michal Leszczynski

Qual é o melhor dia para enviar emails?

Esta pergunta é outra que sempre aparece nas nossas interações com clientes..

O que aprendemos? Mais uma vez, a diferença em termos de engajamento não é tão significativa entre os dias específicos da semana. Ainda que as taxas médias de abertura e cliques sejam mais altas nas terças (nos relatórios passados a segunda e a sexta ganharam), elas são parecidas aos índices dos demais dias.

Um efeito já conhecido aconteceu de novo: a queda das taxas médias de desempenho dos e-mails aos fins de semana.

Por isso, fique à vontade para experimentar. Veja qual dia faz mais sentido para o seu público e garanta que as suas mensagens sempre tenham conteúdo relevante e capaz de gerar interações em qualquer dia da semana.

Michal LeszczynskiGerente de Marketing de Conteúdo e Parcerias @GetResponse

Número de newsletters por semana
Copiar link

Qual é a frequência de email ideal? Quanto podem aumentar as conversões das suas campanhas de email se você adicionar mais uma mensagem à sequência? Os dados desta tabela vão ajudar a encontrar as respostas corretas.

Número de newsletters por semana
Taxa de abertura
Taxa de cliques
Taxa de cliques para abertura
Taxa de cancelamento de inscrição
Taxa de reclamação
Taxa de rejeição
% de profissionais de marketing
138.21%3.44%9%0.21%0.01%2.77%46.19%
234.48%2.75%7.99%0.15%0.01%2.77%18.78%
331.38%2.4%7.64%0.13%0.01%2.9%9.04%
430.32%1.88%6.2%0.11%0.01%3.11%5.72%
530.57%2.12%6.94%0.1%0%3.05%3.96%
630.65%2.2%7.19%0.08%0%2.65%3.11%
733.06%2.87%8.69%0.07%0%2.41%2.92%
833.39%3.64%10.91%0.08%0%1.77%1.72%
926.57%2.11%7.94%0.08%0%3.4%1.12%
1024.12%1.92%7.96%0.07%0%3.11%0.88%
1129.41%1.87%6.35%0.07%0%3.75%0.65%
1224.23%1.43%5.89%0.07%0%3.25%0.68%
1321.62%1.28%5.93%0.07%0%2.13%0.54%
1419.5%2.33%11.95%0.05%0%2.84%0.75%
1519.32%1.36%7.07%0.05%0%7%0.35%
16+19.55%1.51%7.72%0.05%0%3.97%3.58%
Anna Kvasnevska

Quanto mais, melhor?

A descoberta mais interessante desta seção é a seguinte: a taxa de abertura média para todos os e-mails enviados em 2022 (27.9%) é quase 1.5x mais alta que a do ano passado (19.3%).

Claro, atribuímos parte dessas aberturas extras à proteção de privacidade da Apple que explicamos antes, mas esse aumento também significa que as pessoas estão mais dispostas a interagir com o seu conteúdo, desde que realmente tenham aceitado recebê-lo.

Portanto, pergunte a si mesmo: por que um grupo de contatos não abre as mensagens ou pede para sair da minha lista?

Uma das principais causas do cancelamento da assinatura de email é o excesso de mensagens enviadas. Mas como saber se você está exagerando na dose? Essa pulga provavelmente já esteve atrás da sua orelha em algum momento da sua estratégia de comunicação. Determinar a frequência de envios ideal é crucial e, como vimos pelos dados recentes, bem mais complexo do que parece.

A maioria dos profissionais de marketing (46.19% contra 45.79% em 2021) adotam uma postura mais cautelosa e enviam até um email por semana. Essa periodicidade garante taxas razoáveis de abertura, CTR e cliques vs. aberturas. Porém, curiosamente, também é a frequência com a maior taxa de cancelamento de assinatura.

Tais estatísticas são ótimas, mas sabemos que os links clicados são os ativos mais importantes. Aqui, os dados mostram de forma clara que o maior CTR (3.64%), a taxa mais alta de cliques vs. aberturas (10.91%!) e a menor taxa de rejeição (1.77%) ficam com os profissionais de marketing que enviam 8 e-mails por semana, em média.

Portanto, qual é a melhor estratégia aqui? Distribua toda a sua comunicação em 8 mensagens separadas, acumule newsletters semanais longas ou chegue a um meio termo sem correr o risco de sobrecarregar os seus contatos.

A resposta é bem simples: segmentação e informação. Se você só tem uma lista de email, valorize o tempo desses destinatários e tente enviar uma só newsletter cheia de conteúdo relevante por semana. Mas caso a sua base de contatos seja enorme e todos esperam ansiosamente as suas próximas promoções, novidades ou condições especiais — aumente a frequência.

Anna KvasnevskaGerente de Marketing de Conteúdo @GetResponse

Número de autoresponders em um ciclo
Copiar link

Quantos e-mails você deveria colocar em uma sequência automática? Investigamos como as métricas de engajamento mudam dependendo do número de mensagens que os nossos clientes usaram nos ciclos de autoresponder.

Número de mensagens
Taxa de abertura
Taxa de cliques
Taxa de cliques para abertura
Taxa de cancelamento de inscrição
Taxa de spam
Taxa de rejeição
% de ciclos
194%31.43%33.43%0.67%0.02%2.94%41.21%
267.59%18.17%26.88%0.53%0.02%2.65%8.5%
354.69%15.27%27.92%0.58%0.02%2.44%5.71%
470.03%14.66%20.93%0.48%0.02%2.1%4.76%
552.88%9.08%17.17%0.67%0.02%2.33%7.05%
666.43%13.6%20.47%0.58%0.02%2.16%3.48%
747.67%9.14%19.17%0.48%0.02%2.65%3.22%
845.66%5.85%12.8%0.44%0.01%2.3%3.42%
945.39%6.63%14.6%0.47%0.02%2.67%1.84%
1039.26%6.39%16.28%0.31%0.01%2.82%1.92%
1160.29%8.01%13.28%0.43%0.02%3.96%1.39%
1245.19%5.79%12.82%0.37%0.01%1.59%1.3%
1337.4%4.87%13.03%0.39%0.02%2.62%1.17%
1431.99%4.22%13.19%0.37%0.01%2.89%0.84%
1549.04%7.11%14.49%0.49%0.02%2.08%0.87%
1653.84%10.45%19.42%0.52%0.02%2.1%0.68%
1729.46%2.64%8.96%0.19%0.01%1.76%0.68%
1857.61%8.07%14.01%0.45%0.01%1.85%0.58%
19+31.76%2.75%8.65%0.15%0%1.94%11.4%
Irek Klimczak

O valor é mais importante que a extensão.

Fluxos mais curtos de e-mails automáticos tendem a gerar melhores resultados. De fato, a clássica sequência de envio único — normalmente usada como um email de boas-vindas ou agradecimento com um link para baixar um material — alcançou a surreal taxa de abertura de 94% e um impressionante CTR de 31.43%.

Mas não me entenda mal. A sua prioridade deve ser o valor gerado pelos e-mails da sequência, não a quantidade de mensagens incluídas nela. É claro que as suas campanhas de resposta automática de longo-prazo podem ser bem-sucedidas, desde que você mantenha o alto nível do conteúdo até o fim do ciclo.

A chave é entender a jornada do cliente e criar workflows de automação de marketing eficientes para cada etapa desse processo. Por exemplo, os ciclos de vendas de empresas B2B costumam ser mais complexos e exigem sequências de email mais longas, que aproveitam todas as oportunidades possíveis para atender as necessidades de informação do público.

Na hora de planejar a sua comunicação de email, comece pensando nos seus assinantes. Quais problemas deles você está resolvendo? Como você pode ajudá-los, na prática? O que os ajudaria a tomar a decisão de comprar o seu produto? As respostas vão alimentar as suas campanhas de automação de email e converter os seus leads em clientes satisfeitos.

Irek KlimczakGerente de Projetos Sênior @GetResponse

Aberturas e cliques de email ao longo do tempo
Copiar link

Quantos assinantes abrem as suas mensagens nas primeiras duas, quatro ou seis horas depois do disparo? O resultado é igual em termos de cliques? Aqui, analisamos como o engajamento dos destinatários após o envio das campanhas variou ao longo do tempo.

Aberturas por hora
% de todas as aberturas de mensagens
% Cumulativo
% de todos os cliques em mensagens
Cumulativo %
019.66%19.66%31.95%31.95%
17.99%27.65%7.76%39.71%
25.48%33.13%5.41%45.12%
34.43%37.56%4.31%49.43%
43.69%41.24%3.46%52.89%
53.16%44.41%2.81%55.71%
62.78%47.18%2.36%58.07%
72.49%49.67%2.05%60.12%
82.24%51.91%1.78%61.9%
92.05%53.96%1.63%63.54%
101.92%55.88%1.57%65.11%
111.83%57.71%1.59%66.7%
121.77%59.48%1.58%68.28%
131.66%61.15%1.53%69.81%
141.52%62.67%1.48%71.29%
151.36%64.02%1.36%72.66%
161.19%65.22%1.25%73.91%
171.06%66.27%1.14%75.05%
180.97%67.24%1.06%76.1%
190.92%68.16%0.73%77.11%
200.91%69.07%1.01%78.12%
210.92%69.99%1.02%79.14%
220.93%70.92%1.08%80.22%
230.87%71.79%0.96%81.18%
240.77%72.57%0.73%81.92%
250.7%73.26%0.61%82.53%
26+26.74%100%17.47%100%
Anna Kvasnevska

Aberturas e cliques de email ao longo do tempo

Provavelmente você já notou que o seu e-mail tende a receber mais atenção logo nas primeiras horas após o envio. De fato, o pico de atenção que ele pode obter (19.66%) acontece durante a primeira hora depois de chegar à caixa de entrada. Também descobrimos que até 50% das aberturas ocorrem nas 8 horas iniciais.

O timing é essencial nesse aspecto, especialmente se você usa o e-mail para divulgar ofertas com tempo limitado.

Acertar a mão ao determinar a hora do disparo é a chave para conseguir mais interações nos e-mails. Quase um terço de todos os cliques (31.95%) ocorrem em até uma hora após o envio e mais da metade de todas as interações são registradas nas primeiras 4 horas posteriores ao lançamento.

Mas há uma boa notícia: os nossos dados indicam que os destinatários estão demorando mais para ler as mensagens e clicar nos links dentro delas. Talvez em alguns anos não precisaremos ter tanta preocupação com o melhor horário para enviar um e-mail.

Por agora, a melhor maneira de capturar a atenção do usuário no momento correto é contar com recursos de automação baseados em IA, que calculam o timing ideal para o disparo de acordo com o comportamento histórico de cada contato específico (temos essa função na GetResponse e a chamamos de Perfect Timing).

Anna KvasnevskaGerente de Marketing de Conteúdo @GetResponse

Táticas
Copiar link

Nesta seção, você vai ver o desempenho médio observado pelos profissionais de marketing na aplicação de diferentes táticas nas campanhas de email.

Resultados médios por tipo de mensagem
Copiar link

Qual formato de email performa melhor? Aqui, estamos focados nas médias de aberturas, cliques, assinaturas canceladas e reclamações de spam para vários modelos de mensagens.

Triggered

Desencadeada

  • Taxa de Abertura: 35.33%
  • Taxa de Cliques: 3.69%
  • Taxa de Cliques para Abertura: 10.44%
  • Taxa de Cancelamento de Assinatura: 0.28%
  • Taxa de Spam: 0.01%
  • Taxa de Rejeição: 4.97%
Autoresponder

Autoresposta

  • Taxa de Abertura: 35.91%
  • Taxa de Cliques: 4.26%
  • Taxa de Cliques para Abertura: 11.85%
  • Taxa de Cancelamento de Assinatura: 0.21%
  • Taxa de Spam: 0.01%
  • Taxa de Rejeição: 2.03%
Newsletter

Boletim Informativo

  • Taxa de Abertura: 26.7%
  • Taxa de Cliques: 2.13%
  • Taxa de Cliques para Abertura: 7.98%
  • Taxa de Cancelamento de Assinatura: 0.09%
  • Taxa de Spam: 0%
  • Taxa de Rejeição: 3.27%
RSS

RSS

  • Taxa de Abertura: 44.54%
  • Taxa de Cliques: 7.24%
  • Taxa de Cliques para Abertura: 16.24%
  • Taxa de Cancelamento de Assinatura: 0.05%
  • Taxa de Spam: 0%
  • Taxa de Rejeição: 0.8%
Irek Klimczak

Emails de RSS estão no topo

Quer conquistar taxas de abertura e CTR mais altas? Envie mensagens que o seu público realmente que interessem ao seu público e gerem interações. Tarefa fácil, certo? :) Mas como descobrir o que os seus contatos querem? O método de testagem A/B é o mais indicado para achar as respostas.

Crie duas versões da sua mensagem e lance testes A/B para saber quais assuntos de email provocam mais aberturas e qual conteúdo alcança a maior taxa de conversão.

Com a automação de marketing, você pode captar dados importantes ao longo da jornada do cliente e usá-los para segmentar a sua base de email e personalizar o conteúdo.

Por exemplo, vale a pena adicionar tags aos seus contatos com base na etapa da jornada do cliente em que se encontram, os produtos que os interessam, etc. Quanto mais dados práticos você conseguir compilar, mais relevante a sua comunicação vai ser.

Combine um bom volume de dados de clientes com os testes A/B para conhecer o valor da ciência chamada email marketing.

Irek KlimczakGerente de Projetos Sênior @GetResponse

Uso de vídeos
Copiar link

Nesta tabela, queremos saber se a inclusão de conteúdo em vídeo (como links para o seu canal do Youtube) nos e-mails é capaz de turbinar as suas métricas de engajamento, principalmente as médias de cliques (CTR) e cliques vs. aberturas (CTOR).

YouTube

YouTube

  • Taxa de abertura: 32.21%
  • Taxa de clique: 2.51%
  • Taxa de clique por abertura: 7.8%
  • Taxa de cancelamento de inscrição: 0.12%
  • Taxa de spam: 0.01%
  • Taxa de rejeição: 2.63%
Vimeo

Vimeo

  • Taxa de abertura: 41.31%
  • Taxa de clique: 4.5%
  • Taxa de clique por abertura: 10.91%
  • Taxa de cancelamento de inscrição: 0.18%
  • Taxa de spam: 0.01%
  • Taxa de rejeição: 2.63%

Outro / Nenhum

  • Taxa de abertura: 27.03%
  • Taxa de clique: 2.27%
  • Taxa de clique por abertura: 8.4%
  • Taxa de cancelamento de inscrição: 0.09%
  • Taxa de spam: 0%
  • Taxa de rejeição: 3.29%
Irek Klimczak

Aumente o engajamento dos seus emails com vídeos

Mais uma vez, o vídeo prova o seu valor como um formato de conteúdo que gera muito engajamento e que vale a pena incluir nas suas mensagens. O simples fato de adicionar links para esses materiais aumenta o seu potencial de CTR e entregabilidade.

Só não se esqueça de analisar as métricas constantemente. Ao identificar uma redução no desempenho das suas newsletters, por exemplo, convém aproveitar o momento para repensar a sua periodicidade de envios e fazer um novo experimento.

Ao mesmo tempo, embedar o vídeo para que o usuário o assista dentro do próprio email pode ser problemático do ponto de vista técnico. Nem todos os provedores de email suportam essa incorporação até o momento, mas existem alternativas para concretizá-la de forma efetiva.

Irek KlimczakGerente de Projetos Sênior @GetResponse

Número de caracteres nos assuntos de email
Copiar link

Abaixo vemos a relação entre a extensão da linha de assunto dos e-mails e as taxas médias de abertura que alcançaram. Além disso, mostramos quais tipos de assuntos são os preferidos dos profissionais de email marketing.

Irek Klimczak

Quão longos os seus assuntos devem ser?

A melhor prática sempre foi a objetividade: crie assuntos curtos para ter sucesso, porque a maioria dos provedores de email vão encurtar o seu assunto para que caiba em telas de tamanhos variados.

Analisando os nossos dados, o incontestável campeão foi o intervalo de 61-70 caracteres.Acontece que os assuntos mais longos são os que tendem a gerar mais aberturas e cliques.

Mas será que isso significa que você precisa aumentar o número de caracteres dos seus assuntos? Não necessariamente.

Faça testes A/B com os seus títulos e tente encaixá-los nos intervalos de caracteres que cada dispositivo coloca como limite. Ao mesmo tempo, não se preocupe se ultrapassar a barreira dos 60 caracteres — a sua campanha de email ainda vai funcionar

No fim das contas, tudo se resume à sua capacidade de transmitir ao usuário uma ideia clara sobre o conteúdo do email. Os seus assuntos devem ser suficientemente chamativos para estimular o clique. Mas não se esqueça de que o seu endereço de remetente e o texto de visualização prévia também cumprem esse objetivo.

A chave costuma ser a relevância da mensagem, não o número de caracteres do assunto. Se o conteúdo gera valor ao seu público, é fácil encontrar assuntos capaz de maximizar as suas taxas de abertura.

E se a sua intuição não está 100% calibrada, conte com os testes A/B para descobrir os melhores assuntos para o seu público de forma automática.

Irek KlimczakGerente de Projetos Sênior @GetResponse

Emojis nos assuntos de email
Copiar link

Adicionar emojis é uma boa técnica para estimular a abertura do email? Investigamos o tema para saber se os clientes da GetResponse adotam essa abordagem e os resultados trazidos por ela.

Emoji
Taxa de abertura
Taxa de clique
Taxa de clique por abertura
Taxa de cancelamento de inscrição
Taxa de spam
Taxa de rejeição
% de mensagens
Não28.26%2.4%8.51%0.09%0%3.41%77%
Sim26.42%1.95%7.38%0.11%0%2.28%23%
Anna Kvasnevska

Emojis nos assuntos de email

O relatório deste ano indica que NÃO usar emojis é uma estratégia um pouco melhor em geral. Todas as principais métricas de email marketing parecem ter uma performance mais positiva nas mensagens sem emojis no assunto.

Por outro lado, vale considerar que a diferença é praticamente insignificante 1.84%) e os dados podem ser um pouco relativos pelo desequilíbrio no número de mensagens enviadas.

A maioria dos profissionais de marketing (77%) evita adicionar emojis ao assunto do email por padrão, o que explica o maior volume de dados sobre o desempenho dessas mensagens.

Tudo isso sugere que você sempre deve analisar as suas métricas específicas, considerando o perfil da sua base de contatos. Se ainda estiver em dúvida, lance um teste A/B com duas versões de assuntos, uma sem emojis e uma com eles. Caso os resultados não sejam 100% conclusivos, foque em seguir o tom de voz da sua marca!

Anna KvasnevskaGerente de Marketing de Conteúdo @GetResponse

Personalização em assuntos de email
Copiar link

Aqui nós tentamos descobrir se vale a pena usar a personalização nos assuntos das mensagens, colocando o nome do usuário.

Personalizado?
Taxa de abertura
Taxa de clique
Taxa de clique por abertura
Taxa de cancelamento de inscrição
Taxa de spam
Taxa de rejeição
% de mensagens
Não28.89%2.49%8.63%0.1%0%3.33%88.52%
Sim22.17%1.29%5.8%0.1%0%2.38%11.48%
Anna Kvasnevska

Personalização em assuntos de email

Você provavelmente já escutou muitos profissionais de marketing dizendo que a personalização é essencial. Inclusive, alguns vão lembrar que um e-mail realmente personalizado vai além de colocar o nome do destinatário no assunto. É a pura verdade.

A maioria dos profissionais de marketing (88.52%) não investem mais na personalização nos assuntos de email. O CTR dessas mensagens é quase 2x mais alto que o dos e-mails que adicionam o nome do usuário ao título (2.49% vs. 1.29%).

Porém, não quer dizer que você precise abandonar a personalização nos seus e-mails. Aplique essa técnica nas áreas mais importantes: segmentação de contatos, adaptação das ofertas de acordo com os interesses do usuário, descontos e cupons individuais, mimos de aniversário, etc.

Anna KvasnevskaGerente de Marketing de Conteúdo @GetResponse

Frases em assuntos de email
Copiar link

Será que o uso de certas expressões nos assuntos de email têm alguma correlação com o desempenho das campanhas? Aqui, descobrimos se palavras específicas podem fazer a diferença nos resultados de um disparo.

Frase ou símbolo
Taxa de abertura
Taxa de clique
Taxa de clique por abertura
Taxa de cancelamento de inscrição
Taxa de spam
Taxa de rejeição
vídeo32.52%3.66%11.25%0.11%0%2.07%
infográfico36.43%4.21%11.56%0.13%0%0.68%
e-book24.98%2.61%10.45%0.11%0%1.47%
guia29.27%3.1%10.59%0.14%0%5.27%
pdf19.3%1.95%10.11%0.07%0%2.2%
você23%1.48%6.45%0.09%0%3.43%
grátis23.17%2.24%9.67%0.09%0%4.66%
rápido26.14%1.5%5.73%0.11%0%1.71%
agora41.35%6.55%15.84%0.07%0%2.7%
re:26.85%1.77%6.61%0.13%0%2.47%
fw27.2%1.98%7.28%0.13%0%1.41%
promoção27.74%1.82%6.56%0.12%0%3.75%
ponto de interrogação26.57%1.66%6.24%0.11%0%2.59%
ponto de exclamação28.22%2.12%7.52%0.12%0%2.75%
boletim informativo37.25%5.88%15.78%0.13%0%1.72%
hoje25.59%2.32%9.05%0.07%0%5.94%
você23%1.48%6.45%0.09%0%3.43%
atualização42.84%4.67%10.9%0.09%0%1.34%
novo30.52%3.29%10.79%0.1%0%3.45%
notícias37.98%4.93%12.98%0.11%0%2.37%
eventos42.76%3.93%9.19%0.14%0.01%1.7%
oferta27.01%2.02%7.49%0.11%0.01%2.43%
garantido4.54%0.28%6.21%0.01%0%13.44%
especial22.51%1.3%5.78%0.07%0%4.04%
aperfeiçoado28.03%3.54%12.62%0.11%0%2.27%
único22.97%1.74%7.58%0.08%0%1.79%
poderoso20.18%1.62%8.04%0.06%0%1.74%
testado15.78%1.46%9.26%0.05%0%17.85%
grande26.12%2.22%8.49%0.09%0%4.09%
popular29.88%3.85%12.89%0.11%0%2.37%
exclusivo24.89%1.73%6.94%0.1%0%2.38%
valor26.41%3.38%12.8%0.09%0%2.34%
louco22.77%1.01%4.45%0.09%0%2.49%
convite32%2.03%6.33%0.13%0%2.07%
apresentando24.12%0.87%3.61%0.11%0.01%1.74%
nós28.98%2.54%8.78%0.11%0%3.2%
ano32.03%2.82%8.81%0.08%0%3.5%
nome do mês (por exemplo, janeiro)41.88%3.98%9.51%0.08%0%2.61%
dia da semana (por exemplo, segunda-feira)33.02%2.42%7.32%0.12%0%2.53%
ilimitado18.43%1.18%6.42%0.07%0%1.87%
desconto25.82%4.9%18.99%0.1%0%2.45%
desejado36.73%1.43%3.9%0.11%0%2.1%
vitalício20.44%1.75%8.55%0.1%0%2.41%
comparar12.67%0.58%4.61%0.06%0%7.43%
acessível17.37%2.91%16.76%0.06%0%6.28%
bônus34.14%1.97%5.77%0.14%0.01%1.73%
pechincha30.68%5.08%16.56%0.07%0%2.32%
massivo23.67%2.43%10.28%0.06%0%3.38%
prêmio35.07%1.99%5.67%0.16%0%2.81%
Michal Leszczynski

Sem atalhos e truques

O email marketing é um jogo de longo prazo e que se caracteriza por oferecer uma relação direta com o destinatário.

Se você quiser maximizar o seu ROI, vai ter de construir vínculos sólidos com o seu público, gerando valor e cumprindo as suas promessas.

Os profissionais de marketing costumam falar sobre como o uso de certas palavras nos assuntos de email pode aumentar as taxas de abertura. Testamos essa hipótese, mas os resultados são inconclusivos.

Algumas palavras coincidiram com as taxas de abertura mais altas. O top 5 foi: nomes de meses, “novidade”, “eventos”, “agora” e “notícias”.

Outras foram frequentes nos e-mails com números ruins de abertura, como estas 5: “garantido”, “compare”, “comprovado”, “acessível” e “ilimitado”.

Em geral, penso que colocar determinadas palavras ou expressões no assunto de email não é suficiente para ter sucesso nas interações. O que mais importa é a percepção que o público tem sobre a sua comunicação e a marca como um todo.

Portanto, priorize esses aspectos. Depois, explore a criatividade nos assuntos de email e faça testes A/B para encontrar a versão ganhadora. Não conte com atalhos.

Michal LeszczynskiGerente de Marketing de Conteúdo e Parcerias @GetResponse

Pré-header
Copiar link

Incluir o pré-header (texto de visualização prévia, complementar ao assunto) pode aumentar as suas taxas de abertura? Vejamos o nível de popularidade desse elemento e se os profissionais de email marketing costumam obter bons resultados quando o utilizam.

Pré-cabeçalho?
Taxa de Abertura
Taxa de Cliques
Taxa de Cliques para Abertura
Taxa de Cancelamento de Assinatura
Taxa de Spam
Taxa de Rejeição
% de Mensagens
Sim32.95%3.12%9.46%0.11%0%2.39%34.23%
Não25.72%1.97%7.65%0.09%0%3.53%65.77%
Irek Klimczak

Pré-header: o melhor amigo do seu assunto de email

O pré-header é a caixa de texto que aparece colada ao assunto de email, e os usuários a visualizam antes mesmo de abrir a mensagem.

Faz tempo que temos reforçado a importância do pré-header e estimulado os profissionais de marketing a utilizá-lo para conseguir melhores taxas de abertura. Parece que os nossos esforços estão começando a aparecer nos resultados! 34% dos e-mails que analisamos continham um pré-header, 8% a mais que no nosso relatório passado.

Ao contrário dos assuntos personalizados com o nome do destinatário, esta tática continua gerando bons resultados e influenciando positivamente as taxas de abertura.

Então, como escrever o pré-header ideal? Aqui está um exemplo do site Interaction-Design.org:

Assunto: não busque elogios, foque nas críticas

Pré-header: Aprenda a conduzir testes de usabilidade eficientes.

Viu? O assunto e o pré-header se complementam para transmitir uma mensagem e ajudam a contextualizar o conteúdo do email, despertando a curiosidade do destinatário.

De fato, você deveria usar todos os elementos que os contatos veem na caixa de entrada antes de abrir o email. Bem aproveitado, o famoso “envelope” (nome do remetente, assunto e pré-header) pode fazer a diferença, e as suas taxas de abertura vão comprovar isso.

Irek KlimczakGerente de Projetos Sênior @GetResponse

Personalização no corpo do email
Copiar link

E-mails com mensagens personalizadas costumam ter mais engajamento? Nesta tabela, respondemos a pergunta com uma análise da relação entre as métricas de interatividade no email e a adaptação da mensagem aos interesses de cada usuário.

Personalizado?
Taxa de Abertura
Taxa de Cliques
Taxa de Cliques para Abertura
Taxa de Cancelamento de Assinatura
Taxa de Spam
Taxa de Rejeição
% de Mensagens
Sim30.26%2.7%8.91%0.11%0%2.41%33.17%
Não26.55%2.1%7.9%0.09%0%3.62%66.83%
Anna Kvasnevska

Personalizar ou não personalizar? Eis a questão

A personalização é muito mais importante no corpo do email do que no assunto. Mensagens adaptadas a cada usuário têm mais aberturas e uma menor probabilidade de rejeição.

Por outro lado, se observarmos a proporção de cliques vs. aberturas (CTOR), o desempenho dos e-mails personalizados piorou bastante com relação ao relatório anterior (13.6% em 2021 contra 8.91% em 2022).

Esses números mostram, mais uma vez, que a cautela é essencial em toda análise. A hiper personalização é uma tendência que pode passar dos limites e incomodar o usuário, que também está mais atento aos padrões das mensagens segmentadas. Por isso, em vez de seguir uma fórmula conhecida, foque em compatibilizar as necessidades do usuário com as soluções que você oferece.

A quantidade de segmentos na sua lista (talvez só 2 sejam mais que suficientes!) ou o volume de conteúdo dinâmico dos seus e-mails não importam tanto.

Foque na relevância dos dados que você usa para personalizar a comunicação. Agora vem a boa notícia: a revolução já começou. Graças ao rápido aparecimento dos algoritmos de recomendação de produtos e conteúdo, a maioria dos profissionais de email marketing vai ter a chance de adaptar suas ofertas com base nos dados dos seus próprios clientes e usuários.

As suposições perdem cada vez mais espaço e o comportamento do usuário é o foco! É um belo horizonte para a personalização com a IA no email marketing.

Anna KvasnevskaGerente de Marketing de Conteúdo @GetResponse

E-mails de boas-vindas
Copiar link

Qual é o real valor das mensagens de boas-vindas? Quais são as taxas de abertura e CTR que esse tipo de email alcança? Aqui está o que descobrimos.

Taxa de Abertura
Taxa de Cliques
Taxa de Cliques para Abertura
Taxa de Cancelamento de Assinatura
Taxa de Spam
Taxa de Rejeição
63.91%14.34%22.44%0.7%0.01%3.03%
Michal Leszczynski

Email de boas-vindas: a sua campanha mais importante

As mensagens de boas-vindas continuam as mais poderosas em um fluxo de email marketing, ainda que o impacto delas tenha diminuído levemente.

Esse tipo de disparo registrou uma taxa de abertura média de 63.91% (68.59% em 2021) e uma taxa de cliques de 14.34% (16.05% em 2021). Números 3x maiores que os alcançados pelas newsletters tradicionais.

Além de aumentar o engajamento e a entregabilidade do seu domínio como remetente, o email de boas-vindas é excelente para alinhar expectativas no seu relacionamento com os novos contatos.

Use esse modelo de mensagem para contar uma parte da história da sua marca, compartilhar os seus links mais importantes ou enfatizar os seus diferenciais no mercado. Se a sua empresa é um ecommerce, adicionar um cupom de desconto certamente vai maximizar a sua taxa de conversão de assinantes a clientes.

Michal LeszczynskiHead of Content Marketing & Partnerships @GetResponse

E-mails baseados em imagem vs. texto
Copiar link

Vale a pena adicionar imagens aos seus e-mails? Ou é melhor priorizar o texto escrito? Com a palavra, os números.

Possui Gráfico?
Taxa de Abertura
Taxa de Cliques
Taxa de Cliques para Abertura
Taxa de Cancelamento de Assinatura
Taxa de Spam
Taxa de Rejeição
Percentual
Sim30.27%2.78%9.19%0.1%0%3.55%78.55%
Não21.9%1.13%5.17%0.08%0%2.27%21.45%
Michal Leszczynski

Versatilidade e relevância importam

Qual elemento deve ser a base das suas campanhas de email marketing: imagem ou texto? É uma ótima pergunta, com uma resposta não muito simples.

Tentamos separar os e-mails enviados pelos nossos clientes em dois grupos: com e sem imagens. O problema: não sabemos o tamanho das imagens. Foi uma simples logo? Ou o email inteiro era uma imagem?

Os dados sugerem que os e-mails que contém imagens performam melhor, tanto na taxa de abertura como na de cliques.

A diferença é muito significativa — 2.78% vs. 1.13% no CTR e 30.27% vs. 21.9% nas aberturas.

Mas vale reforçar: talvez esse não seja o caso para a sua base de contatos.

Além disso, o CTR pode ter aumentado porque mais pessoas viram essas mensagens específicos. Minha sugestão é a seguinte: diversifique a sua comunicação, experimente as duas abordagens e faça testes A/B com e-mails individuais para descobrir a melhor estratégia.

Depois, continue avaliando os seus resultados para encontrar novas oportunidades de otimização das suas campanhas.

Michal LeszczynskiGerente de Marketing de Conteúdo e Parcerias @GetResponse

Uso da otimização do tempo de envio
Copiar link

Vamos conferir se os algoritmos de otimização da hora do envio podem ajudar a melhorar o desempenho das campanhas de email marketing automaticamente.

Tipo
Taxa de Abertura
Taxa de Cliques
Taxa de Cliques para Abertura
Taxa de Cancelamento de Assinatura
Taxa de Spam
Taxa de Rejeição
Momento Perfeito27.84%2.09%7.51%0.13%0%3.34%
Viagem no Tempo30.21%4.41%14.61%0.08%0%1.8%
Máté Zilahy

O tempo é a essência

Se você quer fazer disparos de email efetivos, precisa enviar a mensagem correta, ao público correto, no momento correto. Felizmente, a GetResponse pode ajudar nesses três fatores e levar a sua estratégia a outro patamar.

Com o Time Travel, você decide a hora em que a sua campanha de email será enviada e a GetResponse ajusta o timing automaticamente de acordo com o fuso horário do seu destinatário. O Perfect Timing, por outro lado, foca na análise do comportamento histórico de cada contato e envia os seus e-mails no momento mais indicado para cada um.

Recentemente, observamos que o Time Travel vem gerando taxas de abertura e cliques mais altas que o Perfect Timing. Há muitas hipóteses para esse resultado — pode ser que os contatos valorizem mais a previsibilidade no recebimento das mensagens e as marcas podem preferir enviar ofertas com maior potencial de conversão com o Time Travel.

Também é importante notar que o Perfect Timing funciona melhor quando você tem um alto volume de dados sobre os seus contatos. Por isso, se você está no início da estratégia, o Time Travel é a opção ideal.

Máté ZilahyGerente de Parcerias de Conteúdo

Outros
Copiar link

Aqui, vamos analisar uma série de elementos que podem influenciar a preparação das suas campanhas de email marketing e as taxas médias de desempenho que você pode esperar.

Resultados médios por tamanho de lista
Copiar link

As bases de contatos maiores são as que conseguem o melhor desempenho? Aqui, vamos analisar a relação entre os resultados gerais de email marketing dos nossos clientes e o número de assinantes das suas listas.

Tamanho da Lista
Taxa de Abertura
Taxa de Cliques
Taxa de Cliques para Abertura
Taxa de Cancelamento de Assinatura
Taxa de Spam
Taxa de Rejeição
1. 250-49953.6%7.21%13.44%0.22%0.01%2.51%
2. 500-99945.67%5.2%11.4%0.19%0.01%2.82%
3. 1000-249936.66%4.07%11.1%0.17%0.01%2.75%
4. 2500-499932.19%3.25%10.1%0.14%0.01%2.68%
5. 5000-999928.73%2.42%8.41%0.11%0%2.56%
6. 10000-2499925.92%2.22%8.56%0.09%0%2.08%
7. 25000-4999926.6%1.48%5.58%0.08%0%1.97%
8. 50000-9999927.64%2.2%7.97%0.08%0%3.37%
9. 100000+25.45%2.21%8.67%0.08%0%7.99%
Michal Leszczynski

Listas de email: a qualidade vence a quantidade!

Os profissionais de email marketing geralmente reforçam que a qualidade das listas de contatos é mais importante que a quantidade. Esse princípio ainda se aplica à realidade? Sem saber as taxas de conversão médias das listas, é difícil afirmar.

Nas métricas de engajamento como aberturas e cliques, os dados indicam que as bases mais enxutas lideram. Desde as listas com 250-499 contatos até as que têm mais de 100 mil, as menores obtiveram maiores taxas de abertura, CTR e cliques por aberturas.

A conclusão é: ainda que você queira aumentar a sua lista de contatos e isso seja ótimo, não se distancie dos seus assinantes atuais! Construa um relacionamento próximo com eles, como fazem os pequenos comerciantes de bairro. Personalize a experiência de cada contato com as dicas que já apresentamos e garanta que eles sempre vejam valor na comunicação com a sua marca. O público vai apreciar essa atenção e recompensar com um verdadeiro interesse pelas suas ofertas.

Michal LeszczynskiGerente de Marketing de Conteúdo & Parcerias @GetResponse

Extensão do endereço de email
Copiar link

Nesta tabela você encontra a extensão média dos endereços de email.

Máté Zilahy

Nada mudou

De acordo com a nossa investigação, a extensão média dos endereços de email vem se mantendo estável nos últimos anos. De fato, cerca de 95% de todos os endereços entram no intervalo de 5 a 29 caracteres.

Para melhorar a experiência do usuário e maximizar as taxas de conversão, crie formulários de inscrição com um limite de 29 caracteres para o campo do endereço de email. Caso contrário, as chances de erros de digitação e menos conversões são reais, especialmente em dispositivos com visibilidade restrita como os celulares.

Máté ZilahyGerente de Parcerias de Conteúdo

Elementos de landing page
Copiar link

Nesta seção, vemos as taxas médias de conversão geradas por páginas que contém determinados elementos ou características.

Recurso
Taxa de Conversão
Promove um webinar22.84%
Inclui um vídeo4.89%
Inclui um link para redes sociais4.87%
Inclui um temporizador de contagem regressiva7.26%
Inclui uma imagem6.83%
Formulário com um campo10.72%
Formulário com dois campos6.35%
Formulário com três campos16.67%
Formulário com 4+ campos7.58%
Máté Zilahy

Os webinars continuam no topo

O marketing voltado para a geração de valor ganha cada vez mais importância, já que os consumidores exigem interações mais personalizadas e autênticas com as marcas. Fiéis a esse princípio, os eventos online seguem sendo muito requisitados — landing pages que divulgam webinars tem uma taxa de conversão média de 22.84%.

Muitas pessoas pensam que os formulários de inscrição devem ter o menor número possível de campos. Porém, a nossa pesquisa desmente essa hipótese. Na verdade, formulários com 3 campos convertem geram o dobro de leads que os de 2 campos. Moral da história: não tenha medo de pedir uma informação a mais ao usuário na hora da inscrição! Com moderação, claro, essa tática pode funcionar.

Adicionar temporizadores de contagem regressiva às suas landing pages é uma forma de gerar urgência e aumentar as suas conversões. Mas não podemos dizer o mesmo sobre os links de redes sociais e vídeos, porque eles podem distrair o usuário e ofuscar a sua oferta principal. Ao criar landing pages, garanta que elas sejam visualmente atrativas, concisas e capazes de comunicar a sua proposta de valor com clareza.

Máté ZilahyGerente de Parcerias de Conteúdo

Lembretes de convites para webinars
Copiar link

Aqui, observamos as métricas de engajamento geradas por e-mails automatizados focados na divulgação de eventos online.

Tipo de Comunicação
Taxa de Abertura
Taxa de Cliques
Taxa de Cliques por Abertura
Convite para Webinar21.33%2.39%11.23%
Lembrete de Webinar - enviado no horário de início77.95%20.97%26.9%
Lembrete de Webinar - enviado 5 minutos antes do webinar80.55%24.39%30.27%
Lembrete de Webinar - enviado 30 minutos antes do webinar76.41%24.17%31.63%
Lembrete de Webinar - enviado 1 hora antes do webinar101.2%31.61%31.23%
Lembrete de Webinar - enviado 1 dia antes do webinar98.05%15.14%15.44%
Máté Zilahy

Garanta que as pessoas lembrem de você

O seu público é formado por pessoas ocupadas. Se você prender a atenção delas o suficiente para que se inscrevam e queiram assistir o seu webinar, ótimo. Mas sem alguns lembretes, muitas delas vão se distrair e deixar escapar essa oportunidade.

A nossa pesquisa revelou que o melhor momento para enviar lembretes sobre o seu webinar é a hora anterior ao início do evento. Além disso, sugerimos que você lance outro lembrete um dia antes da sua apresentação, para que cada inscrito se prepare bem. Essa é a exata programação de divulgação que fazemos para os nossos próprios webinars e sempre tivemos bons resultados com ela.

Máté ZilahyGerente de Parcerias de Conteúdo

Melhor dia para apresentar webinars
Copiar link

Quer conseguir mais participantes para o seu evento online? Vamos começar com a seleção dos melhores dias para fazer um webinar.

Dia
Taxa Média de Participantes para Inscrito
Média de Inscritos
% de Webinars
Segunda-feira37.7%36%7.95%
Terça-feira35.3%30%18.57%
Quarta-feira40.8%23%18.16%
Quinta-feira36.4%34%20%
Sexta-feira33.9%9%17.08%
Sábado38.5%7%12.14%
Domingo28.8%16%6.09%
Máté Zilahy

Segunda é dia de webinar?

Como grande parte dos clientes da GetResponse são empresas de pequeno ou médio porte, faz sentido que o número médio de participantes nos webinars feitos na nossa própria plataforma seja menor.

As empresas têm preferido o meio da semana (Terça, Quarta e Quinta) para organizar webinars. Curiosamente, poucos eventos online acontecem na segunda-feira, mas esses costumam gerar números altíssimos de inscritos e participantes.

Em todo caso, tente evitar a sexta e o fim de semana, porque tais dias são os que registram as menores taxas médias de inscrição.

Máté ZilahyGerente de Parcerias de Conteúdo

Melhor horário para apresentar webinars
Copiar link

Vejamos qual é o momento ideal para entrar no ar.

Hora
Taxa Média de Participantes para Inscrito
Média de Inscritos
% de Webinars
1 A.M.1.1%1.01%0.37%
2 A.M.0%1.1%0.62%
3 A.M.0.15%1.02%0.3%
4 A.M.0.5%1.08%0.22%
5 A.M.10.11%1.68%0.19%
6 A.M.1.13%1.07%0.08%
7 A.M.41.14%4.78%0.53%
8 A.M.56.04%14.54%2.44%
9 A.M.58%12.96%3.53%
10 A.M.47.7%23.85%6.89%
11 A.M.44.23%17.21%4.78%
12 P.M.40.23%13.47%2.88%
1 P.M.50.36%6.73%1.51%
2 P.M.52.2%13.43%2.67%
3 P.M.46.31%25.36%3.91%
4 P.M.36.72%35.92%5.17%
5 P.M.31.71%80.27%11.54%
6 P.M.33.75%97.93%17.51%
7 P.M.30.54%178.64%29.74%
8 P.M.39.27%62.39%4.55%
9 P.M.52.08%8.57%0.27%
10 P.M.54.98%3.75%0.06%
11 P.M.4.08%5.02%0.14%
12 A.M.3.68%1.02%0.12%
Máté Zilahy

Entre 17H e 19H

Parece que esse é o melhor intervalo de horários para apresentar um webinar. Coincidentemente, os eventos online que acontecem nesse período também são os que conseguem mais inscritos em média.

Apesar de vários fatores influenciarem o resultado, há uma hipótese sólida: muitas pessoas terminam o dia de trabalho nesses horários, quando estão mais dispostas a dedicar tempo a um webinar. Agendar um evento online para esse intervalo também pode ser interessante para atrair os usuários mais atribulados, que não poderiam participar durante o horário comercial.

Vale notar que você deve considerar o perfil do seu público-alvo na hora de escolher o horário do webinar. Afinal, o momento ideal varia de acordo com os fusos horários, as áreas de atuação e os fatores demográficos de cada grupo de contatos na sua base.

Máté ZilahyGerente de Parcerias de Conteúdo

Estatísticas gerais de webinars
Copiar link

Os participantes dos eventos online vem mais do desktop ou dos dispositivos móveis? Quais funcionalidades a sua plataforma de webinars deve ter para manter o engajamento do público? Vejamos.

Informação
Valor
Participação de pessoas usando dispositivo móvel38.06%
Participação de pessoas usando dispositivo desktop61.94%
Participação de webinars que utilizam pesquisas1.33%
Participação de webinars que utilizam registro59.92%
Participação de inscritos se registrando no dia do webinar18%
Participação de inscritos se registrando de 1 a 7 dias antes do webinar64%
Participação de inscritos se registrando de 8 a 14 dias antes do webinar12%
Participação de inscritos se registrando 15 dias ou mais antes do webinar6%
Máté Zilahy

Gere valor com conteúdos relevantes

Em 2022, os webinars tiveram 23 inscritos em média, três a menos do que em 2021. Além disso, o número médio de participantes em 2022 foi de 10, contra 8.31 no ano anterior. Ainda que a queda não seja significativa, é importante notá-la. Uma hipótese pode ser a crescente saturação dos webinars no mercado. Com cada vez mais empresas apostando nesse tipo de apresentação, o desafio de atrair participantes aumenta.

Um fato interessante apareceu na nossa pesquisa: 82% dos participantes se inscreveram na semana do evento, e apenas 6% fizeram o cadastro com mais de 2 semanas de antecedência. Essa tendência sugere que a maior parte das pessoas procura eventos online que falem de temas relevantes para as necessidades atuais delas.

Se quiser organizar um webinar, a geração de valor deve ser o seu objetivo principal, para ter mais credibilidade, ganhar a confiança do público e, finalmente, alcançar os resultados estabelecidos na campanha. Capriche na preparação do conteúdo, da estrutura e da apresentação em si. Interaja com os participantes durante a transmissão e não se esqueça de otimizar a experiência dos espectadores nos dispositivos móveis, usados por 38% do público em média!

Se quiser organizar um webinar, a geração de valor deve ser o seu objetivo principal, para ter mais credibilidade, ganhar a confiança do público e, finalmente, alcançar os resultados estabelecidos na campanha. Capriche na preparação do conteúdo, da estrutura e da apresentação em si. Interaja com os participantes durante a transmissão e não se esqueça de otimizar a experiência dos espectadores nos dispositivos móveis, usados por 38% do público em média!

Máté ZilahyGerente de Parcerias de Conteúdo