Guia de Marketing de Afiliados para iniciantes: estratégias e dicas de como começar com sucesso
por Érico Mafra última atualização em

Guia de Marketing de Afiliados para iniciantes: estratégias e dicas de como começar com sucesso

Os programas de marketing de afiliados estão entre as melhores oportunidades de mercado no momento, não apenas pela renda extra, mas por trazer uma flexibilidade que muitos profissionais procuram.

Na prática, você pode realizar vendas comissionadas ou prestar serviços e relacionar soluções com as quais se afilia.

Em todos os casos, os ganhos costumam ser generosos e exploram o mercado digital que, no caso do Brasil, fatura pouco mais de R$ 161 bilhões, segundo um estudo da Neotrust, entidade responsável pelo monitoramento de 85% do ecommerce brasileiro.

Deste expressivo montante, os afiliados podem buscar a sua fatia e alcançar a flexibilidade que apenas esses programas concedem.

Porém, antes de começar, é necessário levar muitos fatores em conta.

Em um mercado tão atraente, muitos profissionais de altíssima competência já fazem parte de programas de afiliados. Assim, há uma concorrência acirrada pelas comissões, algo que acaba por desmotivar talentos com capacidade de avançar na área.

Felizmente, você pode contornar essa competição por vendas e levar algumas dicas em consideração nos primeiros passos.

Com isso, evita cometer os erros mais frequentes, as vendas acontecem mais rapidamente e, claro, a sua entrada nos programas de marketing de afiliados traz mais vantagens.

Para facilitar a sua futura jornada, nós preparamos este guia de marketing de afiliados para iniciantes que inclui as principais dicas e destaca os passos indispensáveis para começar bem!

ÍNDICE

O que é o marketing de afiliados?

Os programas de marketing de afiliados recompensam os usuários inscritos que promovem e realizam vendas de produtos ou serviços, sejam eles físicos ou digitais. Por exemplo, um blogueiro de viagens apresenta opções de hospedagem nos seus posts e pode ganhar comissões pelas vendas geradas a partir do seu link de divulgação.

Por estar diretamente atrelado ao desempenho do afiliado, esse tipo de atividade requer muita análise de oportunidades e dedicação para criar estratégias que gerem valor ao usuário e não forcem uma venda.

Para entender melhor, vale a pena destacar o fluxo de monetização do marketing de afiliados. Geralmente, há três agentes: uma empresa, um afiliado e um comprador.

fluxo de funcionamento do marketing de afiliados

A empresa fica responsável pelo produto ou serviço, como cursos, ebooks, programas, produtos e outras soluções. Já o afiliado fica encabeçado pela estratégia de promoção, que recebe comissão por venda, clique, impressões, entre outros indicadores. Por fim, o comprador tem a tarefa de adquirir o produto.

Com uma boa estratégia de conteúdo, aproveitando canais como sites, vlogs, redes sociais e email marketing, qualquer um consegue participar e ter resultados, desde que a comunidade fique engajada e tenha um real interesse na oferta que você promove.

Hoje, não é difícil encontrar programas de afiliados bastante favoráveis para iniciantes.

Entre diferentes exemplos, no Brasil, os programas de afiliados da GetResponse, Hotmart, da Amazon, da brasileira Magalu, do Canva e da Udemy são apenas alguns dos muitos exemplos frequentemente citados. Vamos detalhar as opções que oferecemos mais adiante.

métricas de desempenho de marketing de afiliados

Como funciona o marketing de afiliados?

O marketing de afiliados pode ser explicado em cinco passos, sendo eles:

  1. Uma empresa adere ou cria um programa de afiliados, que cria links personalizados e exclusivos de cada afiliado. A partir desse link, cabe à própria empresa ou a terceirizada rastrear vendas, monitorar KPIs e organizar os pagamentos comissionados.
  2. Na etapa seguinte, o link personalizado é gerado e a partir dele o profissional está habilitado para vender.
  3. Com o link em mãos, o afiliado que integra o programa precisa promover o link, independentemente da sua estratégia de divulgação.
  4. Uma vez que a estratégia de divulgação está no ar, a empresa ou terceirizada monitora indicadores de desempenho e costuma levar esses números aos afiliados, que refletem sobre os resultados da sua estratégia e implementam melhorias.
  5. Por fim, na última etapa as comissões são pagas aos afiliados. É importante destacar que o pagamento varia de acordo com os termos do programa, tendo um valor definido por venda realizada, leads gerados, visitas à página, entre outros exemplos.

Vantagens de trabalhar com marketing de afiliados

Para os especialistas, o marketing de afiliados se torna uma renda extra diretamente relacionada ao seu conhecimento. Após alguns anos, por exemplo, é comum realizar consultorias. Neste sentido, a indicação de um software costuma ser bem vista e pode ser feita com um link de afiliado.

Já enquanto um novato, as estratégias de divulgação de produtos ou serviços rentabilizam e geram experiência, portfólio e ideias que podem aproximar você de mais clientes.

Vejamos os detalhes de algumas das vantagens mais destacadas:

1. Modelo de negócio com custos mínimos e poucos riscos

O marketing de afiliados não depende de altíssimos investimentos para quem está começando. Pelo contrário, você pode criar um blog gratuito do WordPress e publicar dicas, diários, opções de viagens, revisões de produtos, etc., e futuramente trazer links comissionados.

Se o blog não é o seu forte, há diferentes redes sociais sem nenhum tipo de custo, como Instagram, Facebook, Twitter, YouTube e mais.

Inclusive, para tornar os custos mais baixos, existem ainda soluções freemium, como a versão demonstrativa e gratuita da GetResponse, que descomplica a sua gestão de leads.

2. Simplicidade, facilidade e praticidade

Ao contrário de outros modelos de negócio, os programas de afiliados se resumem a promover produtos ou serviços.

Feito isso, não há nenhuma obrigatoriedade em lidar com queixas, armazenar estoques, negociar com parceiros e mais. A sua parte é levar boas ideias e ofertas às pessoas certas!

3. Muito democrático

Não há exigências absurdas de participação nos programas de marketing de afiliados para iniciantes e muitos profissionais costumam ser facilmente aceitos.

Uma vez dentro dessas plataformas, basta indicar e realizar vendas.

4. Autonomia para escolher nichos, produtos e serviços

Nenhum afiliado é obrigado a vender um item que ele julga ser enganoso. Pelo contrário, boa parte dos afiliados trabalha apenas com nichos, produtos e serviços que realmente cumprem o que prometem ao comprador.

Ao mesmo tempo, a variedade de segmentos que contam com o apoio de afiliados para gerar receitas é enorme. A seguinte imagem mostra uma lista de categorias de ofertas disponíveis na rede de afiliados Impact, como Jardinagem, Presentes, Pets, Marketplace, etc.

Uma rede de afiliados permite que o profissional escolha diferentes nichos para ganhar comissões.

5. Ganhos recorrentes e únicos de até 50%

Em diferentes segmentos de mercado, você pode encontrar comissões entre 20% a 50% por venda realizada, uma porcentagem bastante atraente dependendo do valor.

6. Renda passiva

Ao contrário do comércio presencial, o ecommerce não para nunca e isso está entre as principais vantagens nos programas de afiliados. Afinal, imagine uma estratégia consolidada que opera 24 horas durante os 7 dias da semana.

Além de gerar renda automaticamente, as vendas podem ser recorrentes e dar estabilidade ao afiliado. No caso da GetResponse, a comissão recorrente paga 33% e fica ativa enquanto o cliente seguir com a melhor plataforma de e-mail marketing.

7. Suas recomendações ajudam pessoas, para além das vendas

Ao construir a sua base de leads, as suas indicações não se limitam apenas às comissões. Portanto, além de solucionar uma dor, você entrega qualidade e até mesmo consegue fidelizar alguns seguidores com a relevância das suas análises e revisões.

Futuramente, os produtos ou soluções compartilhados por você terão ainda mais destaque.

8. Consolida uma estratégia de vendas para capturar mais leads

Especialmente aos profissionais iniciantes, os programas de afiliados se tornam bons portfólios de estratégias e competências.

Além das comissões, vale a pena destacar que o sucesso da sua estratégia de divulgação pode ser utilizado como chamariz para mais seguidores e até clientes pessoais.

9. Não há necessidade de ter um perfil comercial

Embora sempre ao lado do marketing digital, não existe nenhuma necessidade em promover e trabalhar com vendas mais diretas, com ligações e reuniões. Isso porque o ticket médio não costuma ser alto ao ponto de exigir um contato tão direto com os clientes potenciais.

Muitas vezes, por serem vendas com valores mais acessíveis, elas acontecem mais naturalmente.

Outro ponto diz respeito ao papel do afiliado. Feita a divulgação, cabe à equipe comercial da empresa transformar os leads gerados em vendas.

10. Flexibilidade para trabalhar como e onde quiser

Não importa se você gera tráfego à noite, durante a tarde ou se quer mudar a sua estratégia. O importante é entregar resultados que, uma vez alcançados, dão ainda mais flexibilidade para se dedicar quando quiser.

E a lista de benefícios pode ser ainda maior. Contudo, é importante destacar que nem tudo são flores e há desvantagens em qualquer tipo de função, inclusive nos programas de afiliados. Mais abaixo, destacamos alguns ônus que os afiliados iniciantes enfrentam.

Desvantagens de fazer parte dos programas de afiliados

Por mais interessante que sejam, há pontos negativos e riscos nos programas de afiliados.

Especialmente aos profissionais que estão no início da carreira, os programas de afiliados não têm nenhum compromisso com as suas próprias comissões.

Portanto, toda a flexibilidade pode ser um problema caso o hábito de trabalhar de casa e sem um vínculo direto com a empresa não esteja consolidado.

Outro ponto de destaque é o retorno sobre investimento. Embora o custo de trabalhar com programas de afiliados fique próximo ao mínimo, um investimento deve ser feito, seja dinheiro para gerar tráfego pago ou mesmo o tempo dedicado. Para ter bons ganhos, cabe ao profissional entender o seu ROI (retorno sobre o investimento).

E infelizmente, nem todo profissional está familiarizado com esse tipo de indicador. No fim, um ROI mal aplicado gera perdas ao invés de ganhos.

Para não deixar passar nada, vamos conferir algumas ressalvas importantes:

1. Primeiro a trabalhar e o último a receber

Hoje, o modelo de afiliados considera o papel do afiliado indispensável e crucial, porém não há uma forma de recompensá-lo imediatamente.

A empresa recebe o valor da venda, o comprador tem acesso ao produto ou ao serviço e somente após certo tempo o profissional recebe a sua comissão. Para quem busca resultados mais imediatos, essa espera pode ser um balde de água fria.

2. Limites mínimos de pagamento da comissão

Entre diferentes desvantagens, os limites mínimos de pagamento da comissão é uma das mais citadas em fóruns e plataformas de afiliados, porque o profissional se sente desprestigiado e sem acesso ao valor que conquistou pela sua própria iniciativa.

Portanto, procure programas que ofereçam uma barreira baixa de limites para sacar o seu dinheiro da conta e que paguem as comissões em volumes menores, para que não precise acumular muitas vendas se quiser ter um fluxo de caixa mais rápido.

3. Cliques com prazo de validade

Ao promover o seu link e ter os primeiros cliques, as informações ficam armazenadas através de cookies.

Contudo, os programas de afiliados costumam monitorar por 30 dias, em média. Felizmente, hoje você já encontra cookies com muito mais duração, como o armazenamento de cliques por 120 dias no programa de afiliados da GetResponse.

4. Apesar da sua estratégia de sucesso, nenhum resultado está salvo

Os programas de afiliados não têm nenhuma obrigatoriedade de continuação. Deste modo, a qualquer momento uma empresa consegue encerrar de forma abrupta o seu programa, fazendo com que os afiliados comecem do zero novamente.

5. Mudanças inesperadas sempre podem acontecer

A política de comissionamento não é imutável e todos os dias as empresas podem fazer mudanças para bem ou mal na perspectiva dos afiliados.

O marketing de afiliados demanda atenção, então sempre recomendamos focar em programas com prestígio e que sejam conduzidos por marcas fortes.

Dicas de marketing de afiliados para iniciantes começarem bem

Certas dicas de marketing de afiliados são indispensáveis e reduzir as chances de que as desvantagens acima surjam. Felizmente, muitos desses conselhos não requerem nenhuma grande mudança na sua rotina.

Antes de mais nada, sempre recomendamos o uso do MEI (Microempreendedor individual). Este regime de CNPJ ajuda bastante os profissionais liberais por garantir direitos e permitir a retirada sem nenhum tipo de impedimento.

Acontece que certos programas de afiliados exigem a nota fiscal na hora de realizar o pagamento, sempre em razão da empresa que recebeu o valor da venda. Quer dizer, você enquanto afiliado emite uma nota fiscal da venda comissionada realizada para a loja, que futuramente repassa o seu ganho.

A abertura do MEI é um processo bastante fácil. Para isso, basta ir ao Portal do Empreendedor e formalizar a sua abertura, optando pelo regime do SIMEI, o Simples Nacional deste tipo de empresa individual.

Na hora de abrir a empresa, lembre-se de escolher o CNAE (Classificação Nacional de Atividades Econômicas) correto. No caso dos afiliados digitais, o CNAE é 7490-1/04, que diz respeito à atividade de intermediação e agenciamento de serviços e negócios em geral, exceto imobiliários.

Além dessa parte burocrática, há outras dicas igualmente úteis. Abaixo, veja os conselhos que nós separamos para começar bem no marketing de afiliados!

  • Promova boas ideias: não abra mão da qualidade por boas comissões e decida recomendar apenas produtos ou serviços com qualidades inquestionáveis. Afinal, se os usuários que consomem o seu conteúdo e clicam no seu link não comprarem a oferta que você indica, você deixa de ganhar.
  • Considere sempre a duração do cookie: os cookies rastreiam e validam as suas vendas, então eles têm um papel crucial na hora de receber a comissão. Sendo assim, enquanto mais tempo os cookies durem, melhor.
  • Veja as condições de pagamentos: os termos e condições para pagamentos devem atender a sua expectativa. Assim, você evita frustrações e a sua dedicação realmente vale a pena.
  • Cheque a qualidade do programa: a classe de afiliados costuma ser bem transparente em relação às condições e ganhos. Portanto, na dúvida, pesquise e se informe sobre o programa antes de aderir e investir o seu tempo.
  • Dê preferência aos ganhos recorrentes: as comissões recorrentes são mais estáveis e funcionam como uma renda passiva. Na GetResponse, trabalhamos com este modelo de comissão e mantemos a comissão enquanto o cliente seguir com as soluções digitais que oferecemos.

Tipos de marketing de afiliados e suas categorias

Os programas de afiliados fazem muito sucesso no Brasil e justamente por isso você pode encontrar diferentes tipos, cada um com nichos específicos ou até mesmo subcategorias.

Por exemplo, hoje existem empresas dos mais variados segmentos com programas próprios de afiliados. Entre os destaques e mais frequentes estão os de viagens, softwares, saúde e produtos físicos, especialmente de tecnologia.

Claro, os programas também mudam o seu tipo. Hoje, podemos considerar 4 tipos de marketing de afiliados para iniciantes, sendo eles:

  1. Programas de afiliados de alto valor: sendo este o cenário ideal, você ganha ao menos 30% da comissão por venda realiza ou $50 pela operação confirmada.
  2. Programas de afiliados de ticket alto: embora mais raros, esses sistemas são marcados por vendas acima de $1000 e costumam envolver reuniões, estratégias complexas e investimentos iniciais de tráfego.
  3. Programas de afiliados com comissões recorrentes: aqui, a comissão é fixa enquanto o cliente seguir ativo com um serviço ou software.
  4. Programas de afiliados com pagamento por lead: como o próprio nome sugere, aqui os leads gerados são pagos, mesmo que a conversão final de lead a cliente não aconteça.

Confira aqui uma lista completa que preparamos com os melhores programas de afiliados para ganhar uma renda extra neste ano.

Quanto e como os afiliados recebem?

Segundo o agregador de salários Glassdoor, um afiliado recebe, em média, R$1728 por mês, mas a média pode chegar a mais de R$8700 de acordo com as informações compartilhadas pela comunidade.

Em relação aos saques, os valores costumam ser pagos mediante apresentação de nota fiscal e através de transferência bancária, em alguns casos, via Pix.

Sendo assim, para receber o seu saldo como afiliado, você precisa ter um MEI ativo e uma conta bancária, com chave Pix cadastrada ou não. Feito isso, o pagamento varia entre 30 dias a 90 dias, sempre em datas previamente acordadas.

Como os afiliados promovem links comissionados?

O marketing de afiliados permite o uso de diferentes táticas. No fim, todas alcançam os leads, contudo o nível de expertise do profissional e a estratégia em prática são as responsáveis por ditar o sucesso da campanha de promoção.

Hoje, é comum ver os afiliados promovendo links comissionados através de:

  • blogs;
  • sites de review;
  • sites de cupons;
  • campanhas de email marketing;
  • aplicativos;
  • indicação direta;
  • redes sociais.

Os blogs estão entre as estratégias mais populares. Aqui, você cria um site com conteúdo útil afinado ao lead, como notícias, curiosidades e entrevistas, e futuramente publica conteúdos com links comissionados, fazendo vendas a partir das boas colocações nos mecanismos de buscas.

Os sites de review trabalham com uma abordagem semelhante. Porém, neste caso, o site é dedicado exclusivamente à comparação de produtos que, claro, têm links comissionados para a compra.

No fim, ganha o leitor que compara produtos para fazer a melhor escolha e o produtor de conteúdo, que recebe a sua comissão por venda.

Uma estratégia funcional, mas que demanda mais tempo e investimento, os sites de cupons apresentam vouchers de produtos ou serviços divulgados por links de afiliados. Há um modesto desconto para quem adquirir o item ou a solução compartilhada pelo afiliado.

Em comum, todas essas estratégias também contam com o uso eficiente do e-mail marketing automatizado. Ao ter uma boa base de leads, você consegue se relacionar e traçar ideias para provocar e fazer o seu leitor clicar em determinados links comissionados.

Especialmente para este recurso, vale a pena destacar o plano gratuito da GetResponse, que facilita na hora de criar a base de leads e futuramente convertê-los por meio das newsletters e dos formulários de contato.

As aplicações com links comissionados têm crescido no Brasil. Como extensores de navegadores ou mesmo aplicativos para dispositivos móveis, o usuário encontra produtos em diferentes redes de varejo, nas quais todos os links geram valor ao responsável.

Vale a pena destacar também as vendas diretas. A exemplo, a GetResponse atua lado a lado de agências e profissionais freelancers do marketing digital.

Por isso, ao fazer uma indicação direta da nossa solução para parceiros, vem uma comissão sobre a venda realizada. Assim, todos ganham!

Por fim, há também as redes sociais. Hoje, muitos heavy users de mídias sociais estão à frente de perfis com milhares de seguidores e nem criam conteúdos. Isso porque eles criam legendas e reciclam vídeos promocionais, gerando audiência de pessoas que buscam por produtos e serviços através de links comissionados.

7 táticas de marketing de afiliados para principiantes

Até aqui, você já sabe tudo o que precisa sobre o marketing de afiliados, mas falta algo: as estratégias de sucesso! Para finalizar este conteúdo, destacamos as 7 principais formas de começar bem e realizar as suas primeiras vendas quanto antes.

1. Alinhe conteúdo, seguidores e links comissionados

Para ter sucesso nos programas de afiliados, toda a estratégia depende da assertividade na hora de alinhar conteúdo, seguidores e links a divulgar.

Você precisa determinar um público claro, descobrir as necessidades de informação dele e abordá-las com links que entregam o que os compradores em potencial buscam.

Considere que você explora o mercado de tecnologia, mais especificamente notebooks de alto desempenho. Neste caso, os conteúdos, sejam eles comissionados ou não, devem ser relacionados ao universo dos notebooks e oferecer ideias diferenciadas para os que se interessam por essa categoria de produto.

Este é o motivo pelo qual os seus seguidores conhecem o seu trabalho e, portanto, você deve mantê-lo mesmo na hora de indicar produtos.

Assim, também aumenta a sua credibilidade diante do público, porque você pode se desenvolver como um especialista no ramo dos notebooks e atrair pessoas que vão confiar nos seus conteúdos para tomar uma decisão de compra.

2. Crie um plano de negócios e de conteúdo

Os programas de afiliados não se resumem apenas a uma renda extra, mas sim um modelo de negócio atraente, vantajoso e rigoroso com os profissionais que aderem. Justamente por isso, os interessados que pretendem investir mais tempo podem considerar um plano de negócios.

Na prática, além do planejamento de conteúdo e da criação do funil de AIDA, você cria matriz de SWOT, estrutura um plano de ação, valida oportunidades, revê decisões e mais. No fim, o plano de negócio tem tudo para dar mais confiança na sua futura estratégia.

Não se esqueça também de elaborar um calendário editorial para organizar as publicações da sua estratégia. Nele, você pode incluir uma escala de atualizações de conteúdo e novos lançamentos, usando planilhas, plugins do WordPress ou softwares de gerenciamento de projetos.

3. Não se restrinja de produzir

Produzir conteúdo de valor sempre agrega ao site, vlog, rede social e afins. Por isso, não tente se limitar a produzir apenas conteúdos comissionados ou que mostram produtos de forma explícita.

Às vezes, o primeiro contato do seu lead pode ser sobre uma lista de curiosidades.

Neste caso, tente ter uma linha editorial um pouco mais diversificada. Então, não tenha medo de explorar podcasts, reportagens, entrevistas, conteúdos multimídia, reviews detalhados, infográficos e outras tantas ideias que estreitam e melhoram a sua relação com os seguidores.

O objetivo é construir uma verdadeira infraestrutura de conteúdo para a sua marca pessoal, pois assim você pode interagir com diferentes tipos de usuários nos canais em que eles preferem consumir informação.

Além disso, explore materiais com níveis variados de profundidade, porque nem todos os seus leitores ou espectadores têm o mesmo grau de conhecimento sobre o nicho em que você atua.

Construa funis de conversão para divulgar os seus links, aproveitando conteúdos mais curtos e introdutórios para atrair consumidores menos preparados e usando materiais completos para alcançar aqueles que já estão prestes a comprar, como revisões comparativas de produtos.

4. Foque na originalidade

No tópico anterior, citamos conteúdos multimídia, entrevistas e revisões. O que todos esses conteúdos têm em comum? São autênticos, fora do comum.

Não adianta muito produzir conteúdos que já estão saturados. Inclusive, é melhor focar na criação de poucos materiais de alto nível do que fazer inúmeros blog posts genéricos e que trazem mais do mesmo. Por isso, tente não responder perguntas, mas sim fazê-las.

Em uma entrevista, por exemplo, você pode fazer a pergunta certa e ter uma resposta até então inédita do seu convidado. Logo, apenas o seu site terá aquela perspectiva. Isso chama a atenção dos leitores, ajuda no trabalho de gerar backlinks e reforça a confiabilidade das suas recomendações de produtos.

5. Adote uma estratégia MVP

Logo no início deste guia de marketing de afiliados para iniciantes, destacamos a importância do ROI. Porém, além dele, o método MVP (Minimum Viable Product ou Produto Mínimo Viável, em tradução livre) é igualmente útil na hora de ter bons retornos.

Para resumir, o MVP consiste em cumprir uma tarefa com o escopo mais simples possível, aumentando conforme os resultados. Assim, você cria um site no WordPress gratuitamente, gera as primeiras vendas e avança em termos de estratégia, agregando vídeos, tráfego pago, podcasts e outros.

6. Seja objetivo e imparcial ao máximo

Alguns profissionais de marketing abordam as táticas de afiliados de forma tendenciosa. Costumam, por exemplo, fazer apenas comentários positivos sobre um produto para aumentar suas taxas de conversão e vendas. Porém, listar só as vantagens pode levantar mais suspeitas e questionamentos em quem consome o conteúdo.

Ao mesmo tempo, muitas pessoas vão continuar procurando análises mais equilibradas para tomar decisões acertadas sobre o produto ou serviço em questão. Portanto, os afiliados devem ser honestos, balanceados e detalhados nas suas avaliações, para gerar mais receitas.

Em segundo lugar, como afiliado você também precisa ser transparente sobre os métodos que adota, para ter mais credibilidade aos olhos dos usuários e evitar problemas com as autoridades que regulam a categoria de vendas digitais no Brasil.

7. Tire vantagem de tendências e novidades

Deep linking is how affiliates send traffic to specific web pages on a merchant’s website. It can replace the need to create new content while allowing you to generate commissions. For instance, you deep link a post about a new product feature and share it on social media.

Notícias como o lançamento de um produto inovador permeiam todo segmento de mercado. Criar e compartilhar conteúdo sobre eventos desse tipo vai posicionar o seu canal como uma fonte de informação relevante.

O deep linking é o método usado por afiliados para levar tráfego a páginas específicas no site de um provedor. Ele permite que você continue ganhando comissões sem ter de produzir conteúdos constantemente. Pode, por exemplo, fazer deep linking para um post sobre uma nova funcionalidade de um produto e compartilhá-lo nas suas redes sociais.

Assim, você terceiriza a responsabilidade de levar usuários à página de compra e ainda pode ganhar uma comissão caso o consumidor feche negócio.

Essa tática está disponível nos nossos programa de afiliados, que vamos detalhar agora em breve.

Conheça o programa de afiliados GetResponse

O programa de afiliados GetResponse está entre as melhores formas de começar neste mercado. Seja veterano ou iniciante, você tem a possibilidade de escolher entre dois programas.

Em um, você recebe comissões contínuas de 33% durante todos os meses em que o seu lead siga com o plano. Já o segundo paga uma comissão de $100 por venda realizada e confirmada.

programas de afiliados feitos pela GetResponse

Entre as vantagens de fazer parte do programa de afiliados GetResponse estão:

  • programas de comissões recorrentes ou iniciais;
  • guias abrangentes de venda de afiliados;
  • relatórios em tempo real;
  • cookies ativos por 120 dias após o clique;
  • comissões ilimitadas.

Coloque todas as dicas aprendidas aqui em prática: aceite o nosso convite e inscreva-se no programa de afiliados GetResponse. Para saber mais, clica aqui embaixo!

Perguntas frequentes sobre Marketing de Afiliados

É preciso abrir MEI para ser afiliado?

Sim, é necessário abrir MEI caso queira atuar como um afiliado e atuar no CNAE 7490-1/04, que classifica o trabalho de intermediação e agenciamento de serviços e negócios em geral, exceto imobiliários.

O que acontece se eu não vender como afiliado?

Os programas de afiliados não geram nenhuma punição aos profissionais que não realizam vendas. Em muitos casos, basta rever a estratégia e adotar um novo posicionamento para ver as vendas acontecerem.

Quais são os melhores programas de marketing de afiliados para iniciantes?

Aqueles que entregam formas de adotar diferentes estratégias.

A exemplo, vale a pena citar o programa de afiliados GetResponse, que permite o uso de um plano freemium que permite o envio de e-mails de marketing e auxilia na hora de dar os primeiros passos no marketing digital.

Afinal, até mesmo no nosso plano gratuito você pode enviar 2500 newsletters por mês, criar um site profissional com inteligência artificial, elaborar formulários de contato para converter mais visitantes em leads, criar uma landing page e cadastrar até 500 endereços de email.

Inscreva-se para receber dicas atualizadas e os posts mais populares

A GetResponse S.A. precisa dos dados contidos neste formulário para lhe enviar os materiais solicitados. Para mais informações, leia a nossa Política de Privacidade.

Agradecemos a sua inscrição!

Enviaremos um email de confirmação em breve.

Escreva para o blog da GetResponse!

Escreva para nós